Cidades

Adolescente internada há dois meses em UTI, após bater a cabeça em aula de ginástica é transferida de hospital para iniciar reabilitação

João Batista Gomes, conta que a filha já começou a reagir aos estímulos e já expressa reações quando os familiares conversam com ela

diario da manha
Foto: Reprodução redes sociais

A estudante Maria Eduarda Vieira Gomes, de 16 anos, internada há mais de dois meses na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), foi transferida de hospital para começar um tratamento de reabilitação, em Goiânia.

Maria Eduarda bateu a cabeça durante uma aula de ginástica na escola que estudava, em Aparecida de Goiânia. O acidente na escola aconteceu no dia 6 de abril deste ano. A adolescente foi internada no dia seguinte no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde ficou na UTI.

Duda agora foi transferida para o Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação (Crer), na última quinta-feira, 16. O pai da adolescente, João Batista Gomes, conta que a filha já começou a reagir aos estímulos e já expressa reações quando os familiares conversam com ela.

“Nossa pequena guerreira está fazendo exames e deve começar a reabilitação segunda-feira, já na enfermaria. Ela ainda não fala, mas reponde aos estímulos”, afirmou o pai.

João Batista conta ainda que a reabilitação a filha deve ser física e fonoaudiológica, já que Duda ainda segue com o uso de traqueostomia e com sequelas da intubação.

O Crer informou neste sábado, 18, que a paciente está estável e sendo avaliada por uma equipe multiprofissional específica em reabilitação.

Com informações G1

Leia também:

Comentários