Ciência

Promoter suspeito de agredir ex-noiva é solto após pagar fiança, em Goiânia

Depois da decisão que colocou o homem em liberdade, a arquiteta diz sentir medo, mas adfirma confiar no trabalho da justiça

diario da manha

O promoter Thayrone Magno, de 30 anos, suspeito de agredir a ex-noiva, a arquiteta Anna Helisa Porto, de 30, foi solto em Goiânia. A situação ocorreu após uma audiência de custódia. Ele pagou uma fiança de R$ 800 e colocou uma tornozeleira eletrônica.

Depois da decisão que colocou o homem em liberdade, a arquiteta diz sentir medo, mas afirma confiar no trabalho da justiça. Na audiência de custódia foram definidas medidas protetivas. De acordo com a magistrada, ele não pode se aproximar da ex-noiva a uma distancia mínima de 200 metros e também não pode fazer contato com ela por nenhum meio de comunicação.

Ainda na decisão que colocou Thayrone em liberdade, a magistrada decidiu que ele deverá comunicar a Justiça caso saia de Goiânia. Além disso, ele não pode deixar de comparecer a todos os atos processuais do inquérito, que ainda está na fase de investigação.

A advogada Suzana Ferreira da Silva, que faz a defesa do promoter, informou que ele está à disposição e que vai prestar todos os esclarecimentos somente à Justiça.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários