Coronavírus

Covid-19: Idoso fica 191 dias internado e deve R$ 2,6 milhões a hospital particular de São Paulo

Segundo sua filha, Juliana Suyama Higa, não havia vagas pelo Sistema Único de Saúde em hospitais públicos.

diario da manha

Um idoso de 72 anos teve alta do Hospital São Camilo, em São Paulo, após ficar 191 dias internado por causa da Covid-19, sendo 100 deles intubado. No entanto, além da alegria, Carlos Massatoshi Higa arranjou uma preocupação: uma dívida R$ 2,6 milhões. As informações são do G1.

Carlos estava internado no hospital particular desde o dia 27 de março. Segundo sua filha, Juliana Suyama Higa, não havia vagas pelo Sistema Único de Saúde em hospitais públicos.

“Meu pai foi internado no dia 27 de março. Foi bem naquela época em que teve um boom de internações por causa da variante de Manaus e faltou vaga em hospital público. Faltava até medicamento para intubação. No desespero, fomos direto para o particular”, disse.

Leia também: Goiânia imunizou mais de 31 mil adolescentes contra Covid-19

Ao G1, a família do idoso alegou não saber o que fazer para pagar a conta. “Eu sei que estou devendo, estou preocupada, posso dizer inclusive desesperada. Confesso que ainda não sei como vou pagar. O importante é que ele está aqui. Eu realmente achei que ele não ia ficar com a gente. Eu vi meu pai entrando em coma. Os médicos desenganaram e não foi só uma e nem duas vezes. Foi uma luta surreal. Não tem como descrever”, afirmou.

Ainda segundo Juliana, Carlos Massatoshi Higa havia acabado de tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19 quando contraiu a doença, mas seu quadro se complicou e precisou ficar internado. “Ele ficou quatro meses na UTI e, quando voltou apra o quarto, teve duas convulsões e um AVC, e teve de voltar para a UTI. Saiu de novo dias depois, teve outra complicação e teve de voltar, e aí foi outra semana na UTI”, disse.

Além disso, ela contou que organizou um vaquinha e já arrecadou mais de R$ 70 mil.

Leia também: Soltura de ginecologista investigado por crimes sexuais deixa pacientes com medo

Comentários