Cotidiano

Homem que vivia como escravo há 4 anos em fazenda é resgatado pela polícia

O idoso ainda tomava banho em uma torneira do lado de fora e fazia suas necessidades atrás de um curral

diario da manha
Torneira em que idoso tomava banho - Foto: Reprodução

A Polícia Militar (PM) resgatou um idoso de 61 anos que trabalhava há mais de quatro anos em uma fazenda no município de Pirenópolis, região Leste de Goiás, e recebia apenas comida como pagamento.

Uma denúncia anônima no último sábado, 25, fez com que os militares chegassem ao local. A vítima de trabalho análogo à escravidão foi encontrada vivendo em um celeiro junto com ferramentas, selas e moedor de cana.

O idoso ainda tomava banho em uma torneira do lado de fora e fazia suas necessidades atrás de um curral.

O proprietário da fazenda, um homem de 42 anos, disse aos policiais, que o idoso chegou ao local pedindo moradia e devido à isso, lhe ofereceu o celeiro.

A PM ainda encontrou munições na fazenda e prendeu em flagrante o dono do lugar. Conduzido a Central de Flagrantes, o fazendeiro responderá pelos crimes de redução ao trabalho análogo à escravidão e posse irregular de arma de fogo.

Por conta de feridas abertas no rosto, o idoso foi encaminhado ao Hospital Municipal de Pirenópolis.

Com informações do Mais Goiás.

  • Leia também:

Comentários