Home / Cotidiano

COTIDIANO

"Não existe almoço grátis" - Procon faz alerta sobre possíveis golpes na Blackfriday

Superintendente do Procon Goiás conversou com o DM sobre o assunto

Imagem ilustrativa da imagem "Não existe almoço grátis" - Procon faz alerta sobre possíveis golpes na Blackfriday

O estado de Goiás e o restante do Brasil, se preparam para aquele que é um dos momentos mais aguardados do ano: A Black Friday. Este ano, o evento vai ocorrer na última semana do mês de novembro e promete ser o promotor de grande impulso para o comércio local.

A Black Friday é conhecida mundialmente por se apresentar com preços chamados por muitos de “irresistíveis”, e é um momento em que os consumidores podem adquirir produtos e serviços tão sonhados com descontos significativos. Em Goiânia, este evento não é apenas uma oportunidade para os consumidores economizarem, mas também uma chance para os negócios locais prosperarem.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

A reportagem do DM, preocupada com este momento que além de trazer alegrias com as compras, pode trazer dissabores senão forem tomados cuidados essenciais, entrevistou o superintendente do Procon Goiás, Levy Rafael Alves Cornélio, para ajudar você leitor a se precaver e aproveitar da melhor maneira esta data.


		"Não existe almoço grátis" - Procon faz alerta sobre possíveis golpes na Blackfriday
Reprodução Redes Sociais


O principal ponto da conversa ficou com as compras online, que segundo o superintendente, merece atenção especial do consumidor. Ele faz um alerta especial para compras em lojas estrangeiras.

“Muita atenção nas compras online, principalmente em lojas ou empresas que não são brasileiras porque nesse caso não se aplica o código de defesa do consumidor. O código de defesa do consumidor se aplica para empresas que comercializam no brasil então se você faz uma compra direta via internet de uma empresa por exemplo situada na china não se aplica o código de defesa do consumidor. Por quê? Porque ela não tem sede no brasil." Levy Rafael Alves Cornélio

Ele dá uma dica.

“Qual é a dica que eu dou? Procure comprar por sites que são intermediadores, tem sites não vou dizer o nome aqui, mas tem sites que são intermediadores. Então por quê? Esses sim são sediados no brasil e segundo o código de defesa do consumidor eles respondem solidariamente” Levy Rafael Alves Cornélio

Cornélio argumenta que o mercado online veio para ficar, e atenção deve ser redobrada.

“O mercado online é um mercado que veio pra ficar, até as grandes lojas estão migrando para o online, e neste meio o principal cuidado que devemos ter é com os pagamentos. Não fazer pix para um número que não seja o CNPJ da loja, muito cuidado com o pagamento via boleto. Hoje tem golpes onde o site parece verdadeiro os produtos anunciados parecem reais, a empresa parece que é correta, mas quando você faz o pagamento esperando o produto e esse produto não chega, percebe-se de que se trata de um golpe”. Levy Rafael Alves Cornélio

Outro ponto que merece atenção do consumidor, são as famosas promoções que trazem o produto pela “metade do dobro do preço”, e para isso, o Procon Goiás faz outro alerta.

“Bom, primeiro existe no estado de Goiás uma lei estadual, segundo a qual para a empresa colocar no mercado, na Black Friday, produtos em promoção, ela deve mostrar também ao consumidor o histórico dos últimos 12 meses referente ao preço desse produto. Mas, quando consideramos a instabilidade econômica, pode ocorrer de um produto que no início do ano custava X, e agora custa outro X. Por isso, o Procon tem realizado monitoramentos e pesquisas, ações de fiscalização, para evitar que o consumidor seja lesado” Levy Rafael Alves Cornélio

O Superintendente deu outras dicas, citando os eletrônicos e eletrodomésticos, produtos que são mais procurados pelos cidadãos durante a Black Friday de acordo com os levantamentos feitos pelo órgão.

“Nesses itens a gente cita por exemplo as geladeiras, televisores etc. E a dica que eu dou é principalmente desconfiar de produtos como esses que eu citei com valores muito baixos, isso pode ser um atrativo para que você caia em um golpe. Pesquise, até porque, não existe almoço grátis.” Levy Rafael Alves Cornélio

Atendimento Procon Goiás (dúvidas, reclamações e denúncias)

Presencial:

Rua 8, n. 242 - QD. 5 LT. 36, Edifício Torres, Setor Central, Goiânia-GO, CEP: 74013-030

Telefone:

Moradores da Capital podem entrar em contato através do Disque Denúncia (151). Já os moradores do interior podem contactar o número (62) 3201-7124.


Assista a entrevista na íntegra:


Mais vídeos:

  • COTIDIANO

    Carga de celulares avaliada em cinco milhões de reais é apreendida

    Condutor da carreta disse que pegou os produtos na fronteira entre Brasil e Paraguai e que entregaria em camelódromo de Goiânia

    Publicado sexta-feira, 07 de junho de 2024 - 09:10

    / Atualizado sexta-feira, 07 de junho de 2024

  • COTIDIANO

    Peão é pisoteado por touro em rodeio

    O homem foi atendido por uma equipe médica e passa bem

    Publicado terça-feira, 04 de junho de 2024 - 15:14

    / Atualizado terça-feira, 04 de junho de 2024

  • COTIDIANO

    Gado é atingido por caminhão na GO-050

    Segundo testemunhas, os encarregados de realizar a travessia dos animais estavam sem placas para sinalizar que haviam animais na pista

    Publicado terça-feira, 04 de junho de 2024 - 14:37

    / Atualizado terça-feira, 04 de junho de 2024

Leia também:

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias