Goiânia

Homem é condenado por matar prima, em Goiânia

A jovem foi morta na madrugada do dia 7 de dezembro de 2018. Até o momento, a Defensoria Pública e o MP-GO não informaram se irá recorrer a decisão da justiça

diario da manha

Após o 1º julgamento ser anulado, Marcos Vinícius Lopes Fiaia, de 24 anos, foi condenado novamente por matar a prima, Feliane Tavares Campos, de 26 anos, ‘esganada’ de forma acidental, em Goiânia. Ele era acusado de matá-la por não conseguir ter relação sexual com a moça, mas alegou que a segurou pelo pescoço enquanto tentava separá-la de uma briga . Cabe recurso da decisão.

De acordo com o juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri, o primeiro julgamento foi anulado porque o Ministério Público de Goiás (MP-GO) recorreu entendendo que o resultado era contrário à prova dos autos. Porém, a segunda votação foi igual a primeira e o resultado foi o mesmo.

Segundo a sentença emitida no julgamento, a pena para o homicídio culposo, quando não há intenção de matar, a qual ele foi condenado, pode variar entre um e três anos de prisão, e o acusado deve aguardar o trânsito em julgado da sentença em liberdade porque colabora com a Justiça.

A jovem foi morta na madrugada do dia 7 de dezembro de 2018. Até o momento, a Defensoria Pública e o MP-GO não informaram se irá recorrer a decisão da justiça.

Segundo informaçõpes do G1

Leia Também:

Comentários