Goiás

Mulher diz que ajudou a socorrer vizinha que sobreviveu ao ataque de caseiro

Ele é suspeito de matar a esposa, a enteada e um fazendeiro

diario da manha
Foto: Reprodução

A produtora rural Simone de Jesus disse que ajudou a socorrer a vizinha que sobreviveu ao ataque de um caseiro suspeito de matar a esposa, a enteada e um fazendeiro, na tarde de domingo, 28 em Corumbá de Goiás, no Entorno do DF.

“Ele chegou lá, conversou, tirou a arma e atirou nele [no fazendeiro] e me machucou, me bateu, tentou me violentar’, foi isso que ela falou para mim. Eu falei: ‘Você está muito machucada’. E ela falou: ‘Estou. Muito machucada’”, relata Simone.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito, identificado como Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, matou a mulher dele, Rânia Aranha Figueiro, de 21 anos, que estava grávida, e a enteada Geysa Aranha da Silva Rocha, de dois anos e oito meses.

Em seguida, o homem invadiu uma fazenda, matou o fazendeiro e tentou estuprar a mulher dele que foi atingida com um tiro no ombro. Ela foi levada a um hospital da cidade.

De acordo com o delegado Tibério Martins, que investiga o caso, o suspeito fugiu para Alexânia, onde pediu ajuda a familiares.

“De lá, ele fugiu para Abadiânia e está escondido na zona rural entre estas cidades”, afirma o delegado.

Leia também:

Comentários