Brasil

Pegadas de dinossauros são encontradas no Rio Grande do Norte, preservadas por 120 milhões de anos

Pesquisadores afirmam que vão continuar procurando novos vestígios da presença de dinossauros no Rio Grande do Norte

diario da manha
Foto: Divulgação/UFRN

Segundo Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), foram encontrado vestígios de pegadas de dinossauros na Fazenda dos Pingos, próximo ao município de Assu, no Oeste potiguar, Rio Grande do Norte. Segundo os especialistas, as marcas foram preservadas pela transformação de areia em pedra, por um processo geológico chamado de diagênese, as pegadas tem cerca de 120 milhões de anos.

A professora Maria de Fátima Santos, da UFRN, explica que os vestígios são de duas espécies diferentes: um saurópode, com cerca de 9 a 12 metros de altura, e um ornitópode, com cerca de 8 metros de comprimento. Maria ressaltou que as pegadas são vestígios indiretos, pois o local que o dinossauro pisou, ficou exposto, e logo depois se tornou um tipo de rocha que é formada por areia.

“Quando o animal pisou ali era um substrato mole, uma areia úmida, como areia da praia, e ele deixou uma marca funda. Aquela areia endureceu até virar o arenito (tipo de rocha) encontrado hoje”.

A pesquisadora ainda ressaltou que após a transformação dos sedimentos em rocha, o local pode ter sido encoberto por camadas de outro materiais, até voltar a ser exposto pela Natureza ou pela ação humana.

Pegadas de dinossauros foram identificadas pela primeira vez no Rio Grande do Norte RN  — Foto: Divulgação/UFRN
Pegadas de dinossauros foram identificadas pela primeira vez no Rio Grande do Norte RN — Foto: Divulgação/UFRN

Segundo os pesquisadores, as duas espécies identificadas eram herbívoras, ou seja, se alimentavam apenas de folhas. Os saurópodes são os famosos dinossauros pescoçudos, . Já os ornitópodes tinham como características as patas que lembram as de aves.

A professora também explicou que a identificação das espécies foi possível graças à morfologia (área da ciência que estuda as formas dos organismos vivos e que conta com dados de outros locais em que pegadas de dinossauros já foram encontradas).

Ela ressaltou que as marcas de pegadas de qualquer ser vivo possuem características singulares, como a formação de uma borda. Fósseis de dinossauros já chegaram a ser identificados também na Bacia Potiguar.

Com informações do G1*

Leia Também

Comentários