Cidades

Menina denuncia abuso em escola e causa revolta na família

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Júlio Cesar Arana, testemunhas serão ouvidas para que as investigações sejam concluídas e o idoso deve responder pelo crime de estupro de vulnerável. Não foi possível loalizar a defesa do suspeito para que se posicionase sobre o caso

diario da manha

O pai de uma das alunas que denunciou abuso sexual por parte de um zelador, de 82 anos, em uma escola particular de Mineiros, no sudoeste de Goiás, está revoltado com o crime e fala sobre a filha ter que superar a situação. Ele diz se sentir apreensivo a traumas que a situação pode causar na vida da estudante no futuro.

O caso foi registrado na última terça-feira, 24. De acordo com as investigações, o funcionário foi solto após audiência de custódia na quinta-feira, 26. O zelador já trabalhava há 15 anos na limpeza da escola, e foi a própria instituição que avisou o pai sobre a filha ter sido abusada. O pai da estudante ainda fala sobre carregar um sentimento ruim sobre o fato de achar que a filha estava protegida na escola. Ele conta que preza pelo futuro e segurança da filha.

Por meio de um comunicado, o Colégio informou aos pais que todas as medidas necessárias estavam sendo tomadas, que as identidades dos envolvidos seriam preservadas e que tem empatia com a situação vivida pelas famílias das vítimas. Além da estudante, uma outra menina de 11 anos também denunciou o zelador por abuso. Ele confessou o rime e disse estar arrependido da atitude.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Júlio Cesar Arana, testemunhas serão ouvidas para que as investigações sejam concluídas e o idoso deve responder pelo crime de estupro de vulnerável. Não foi possível localizar a defesa do suspeito para que se posicionasse sobre o caso.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários