Ciência

Nasa lança missão que vai atingir asteroide em teste

O objetivo é testar o potencial tecnológico humano contra um asteroide que poderia entrar em rota com a Terra no futuroO objetivo é testar o potencial tecnológico humano contra um asteroide que poderia entrar em rota com a Terra no futuro

diario da manha
Foto: Johns Hopkins/Nasa

A Agência Espacial Americana (Nasa) vai lançar nesta quarta-feira, 24, a missão DART, ou Missão de Teste de Redirecionamento de Asteroide Binário (tradução do inglês). O objetivo é testar o potencial tecnológico humano contra um asteroide que poderia entrar em rota com a Terra no futuro.

A sonda da agência espacial vai partir da Base da Força Aérea de Vandenberg, na Califórnia, Estados Unidos, começará uma viagem a bordo do foguete Falcon 9 da SpaceX até um sistema binário: o alvo é a lua Dimorphos, que orbita o asteroide Didymos.

Thiago Signorini Gonçalves, professor de astronomia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), afirma que o destino escolhido é apenas uma “questão de conveniência”.

“É um asteroide que fica relativamente próximo à Terra. Como o objetivo da missão é, em particular, testar a possibilidade de efetivamente desviar a órbita de um asteroide, é importante poder acompanhar a órbita posterior. Se fosse um asteroide muito distante, seria difícil fazer este acompanhamento”, explica.

A missão acompanhará se de fato é possível alterar com sucesso a rota de um asteroide com a tecnologia desenvolvida para a DART.

“É uma oportunidade boa de conseguir acompanhar o efeito de um objeto que seria efetivamente o alvo de uma missão caso isso fosse realmente necessário, se a gente tivesse que desviar um asteroide”. “A colisão deve gerar uma cratera de aproximadamente 10 metros nesse segundo componente do sistema binário, no asteroide menor, e esse material vai ser levantado. É possível que isso gere uma nova chuva de meteoros que poderá ser vista da Terra”, explica o astrônomo.

Leia também:

Comentários