Goiânia

Transporte da grande Goiânia lança passe Livre do Trabalhador

Conforme a CMTC, quem fica responsável para a escolha do uso do Passe Livre do Trabalhador será o empregador. Ele poderá continuar com o pagamento do vale transporte ou aderir ao novo modelo, se preferir

diario da manha

Foi lançado nesta segunda-feira, 02, o Passe Livre do Trabalhador para o transporte coletivo da Grande Goiânia. Empresas devem aderir ao novo sistema, que dá direito até oito viagens por dia e que podem ser usadas a qualquer hora e aos finais de semana.

Segundo a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), o novo passe tem uma validade de 30 dias para o trabalhador, além de economizar em 20% dos gastos do empregador, responsável pelo pagamento do transporte dos funcionários.

Conforme a CMTC, quem fica responsável para a escolha do uso do Passe Livre do Trabalhador será o empregador. Ele poderá continuar com o pagamento do vale transporte ou aderir ao novo modelo, se preferir. De acordo com a Prefeitura de Goiânia, a proposta da nova bilhetagem vai de encontro a do Bilhete Único e de novos bilhetes que serão lançados nos próximos meses. A gestão da capital também informou que o gasto com as outras seis viagens é arcado pelos municípios e governo estadual.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários