Goiás

'Cafetina' é presa suspeita de agredir garota de programa

A vítima teve cortes no rosto e recebeu 18 pontos

diario da manha
Garota de programa é agredida em Alto Paraíso de Goiás Foto: Reprodução/Polícia Civil

A dona de um bar em Alto Paraíso de Goiás, foi presa suspeita de agredir uma garota de programa com duas garrafas de vidro no rosto, após uma discussão na última quarta-feira, 11. A vítima teve cortes no rosto e recebeu 18 pontos. O nome da suspeita não foi divulgado.

Segundo a delegada Bárbara Buttini, que investiga o caso, a dona do bar era uma espécie de “cafetina” e cobrava de clientes R$ 100 por programa. Ela ficava com R$ 50 e repassava a outra metade para as garotas que trabalhavam no local.

De acordo com a delegada, na última quarta-feira, 11, a suspeita e a garota de programa discutiram. “Os clientes pagavam para a suspeita pelos programas realizados pelas garotas, que ao final da noite pegavam sua ‘parte’. A vítima foi pedir o valor integral pago pelo cliente para a suspeita, a qual se recusou a dar”, afirma Bárbara.

Leia também:

Comentários